Questo sito usa cookie per fornirti un'esperienza migliore. Proseguendo la navigazione accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra OK
consolato_curitiba

Viagem por motivos médicos e econômicos

 

Viagem por motivos médicos e econômicos

Um setor delicado da atividade de assistência aos cidadãos italianos residentes no exterior é a viagem de compatriotas que se encontram em outros países em situações de grave dificuldade, não superáveis com recursos próprios. As intervenções do Ministério das Relações Exteriores italiano, em colaboração com as entidades territorialmente competentes (Delegacias, Prefeituras, Órgãos de Saúde, Serviços Sociais dizem respeito a:

· compatriotas emigrados que necessitam retornar à Itália definitivamente por motivos econômicos ou sanitários;

· menores em estado de abandono;

· doentes mentais (o procedimento nestes casos é complicado porque é necessária a presença de um ou mais acompanhantes qualificados, além da disponibilidade de hospitais especializados);

· cidadãos italianos no final do período de detenção ou expulsos;

· anciãos sozinhos, para os quais é solicitada a internação em casas de repouso na Itália;

· doentes graves que não puderem ser curados por falta de estruturas adequadas.

As viagens por conta do Estado italiano são somente nos casos de comprovada indigência verificados pelos Consulados e Embaixadas; em todos os outros casos a viagem ocorre com a assinatura de um empréstimo com promessa de devolução.


21